Busca

 
Banner
Banner
Banner
 
Pallas Athena
Pallas Athena, a Deusa da Verdade, é um extraordinário ser de luz que personifica a consciência cósmica da Verdade. A chama da verdade tem uma coloração verde-esmeralda, intensa e brilhante. Combina o poder azul flamejante da vontade de Deus. A presença de Pallas Athena no universo é a exaltação da chama da Verdade vivente. Ela sustenta a verdade em favor das evoluções da Terra, como membro do Conselho do Carma, onde atua como representante do quinto raio da verdade, da cura, da abundância e da precipitação.

A Mestra auxilia a humanidade a partir do Templo da Verdade, situado sobre a ilha de Creta. Servindo diretamente sob o comando de Vesta, a Deusa do Sol, focaliza a verdade do amor de Deus para a Terra. Pallas Athena também trabalha com Hilarion, o chohan do quinto raio, e outros mestres da cura do raio verde. 

Pallas Athena encarnou como sumo-sacerdotisa do Tempo da Verdade, na Atlântida, prestando serviço sob o comando de Vesta. Mais tarde, protegeu a chama da Mãe da verdade na antiga Grécia, quando aquele templo e sua chama foram transferidos da Atlântida para lá. Atuou ainda como diretora das virgens e dos oráculos do templo de Delfos, mensageiros dos deuses e deusas que pronunciavam a Verdade e a sabedoria da Lei para os antigos. As memórias dos deuses, as funções das virgens do templo e dos oráculos de Delfos foram os últimos vestígios de comunicação dos Mestres Ascensos na cultura grega.

Pallas Athena é chama gêmea do Maha Chohan, o representante do Espírito Santo para a Terra. Juntos, formam um par em defesa da verdade. O Maha Chohan encarnou como o poeta grego Homero, que escreveu sobre Pallas Athena em seus poemas épicos, a Ilíada e a Odisséia.  

Pallas Athena é uma das mais importantes divindades da mitologia grega e, na romana, é identificada como Minerva. Sua influência está em tudo, da administração governamental e atividades militares às delicadas artes da fiação e tecelagem. É tida como a personificação da sabedoria que rege o lado moral e intelectual da vida humana. 

A deusa Athena era o coração da vida espiritual da antiga Atenas. Os gregos a adoravam como defensora das suas cidades e lhe dedicavam vários títulos. É reverenciada como a Deusa da Guerra e da Paz, a Deusa da Sabedoria, patrona das artes e do artesanato, e guardiã das cidades. Também é homenageada como inventora e protetora da cultura e como protetora da vida civilizada e da agricultura. É denominada Deusa-Conselheira e Deusa do Legislativo, devido ao seu papel como mantenedora da lei e da ordem nas cortes e por administrar a justiça. É considerada ainda a Deusa da Mulher Trabalhadora, devido à sua mestria em fiar, tecer e trabalhos com agulha.

Entre as muitas invenções que lhe são atribuídas estão a flauta, o navio e a ciência dos números. Seu emblema é o ramo de oliveira, símbolo da paz; seu pássaro é a coruja, que representa a sabedoria.
 
< voltar