Busca

 
Banner
Banner
Banner
 
Lemúria e Atlântida

O aparecimento do homem no mundo sempre foi um grande mistério que a ciência vem tentando revelar. Para entender enigmas do universo e da própria criação humana, a história de Lemúria e Atlântida traz algumas pistas e dados fundamentais.

Tudo começou há cerca de 200 mil anos, em um grande continente que existiu no Oceano Pacífico. Esse continente chamava-se Mu e é também conhecido como Lemúria. Segundo pesquisadores, escritos antigos revelam que Mu foi o Jardim do Éden mencionado na Bíblia.

Extremamente civilizada e com progressos científicos totalmente avançados, a população de Mu foi evoluindo cada vez mais. No entanto, um enorme cataclismo, há cerca de 12 mil anos, devastou toda a civilização da Lemúria. Tremores de terra e erupções vulcânicas foram algumas das causas dessa destruição, além disso, o descontrole das águas do Pacífico submergiu uma população inteira de sessenta milhões de habitantes.

Durante o período da catástrofe, alguns sobreviventes foram obrigados a se manter por meio da vida selvagem, alimentando-se de carne humana e utilizando a pele dos animais e folhas das árvores para cobrir e proteger o corpo. De todas essas ruínas que restaram surgiram as novas civilizações, inclusive a nossa.

Depois de ter recoberto a terra e tudo que ela continha, as águas turbulentas se acalmaram e foram nomeadas posteriormente como Oceano Pacífico.

Descobrimentos Ancestrais

Por meio de achados arqueológicos, pesquisadores afirmam que a colonização do mundo teve início a partir da civilização da Lemúria. A população que lá vivia já pensava em progresso materialista de forma desenfreada. Depois de Lemúria, o avanço da humanidade não parou e novas terras foram sendo descobertas e exploradas por todos os cantos do planeta, sendo que a ambição do homem, o materialismo e o desejo de acumular riquezas foram ao longo da história colocados à frente de muitas outras questões, inclusive da espiritualidade e da ligação humana com sua Natureza Divina. Tudo isso fez com que o indivíduo não conseguisse retornar tão facilmente a Deus, gerando então o processo de reencarnação.

Assim como Lemúria, Atlântida é considerada por estudiosos o centro de uma civilização que conquistou o mundo. Cataclismos terrestres também atingiram essa região do planeta e fizeram com que esse continente desaparecesse, ficando totalmente submerso pelas águas do mar.

A partir dos estudos dessas sociedades primitivas muitos fatos desconhecidos sobre a criação da Terra foram desvendados, incluindo desde os elementos que o planeta contém até as forças ocultas da natureza que realmente o governam.

Para mais informações, consulte:
O Continente Perdido de Mu - Decifrando o Enigma das Tabuinhas Sagradas
Editora Hemus

 
< voltar